Cigarros de mentol podem tornar mais difícil o abandono do vício

Estudo publicado no “American Journal of Preventive Medicine”

19 agosto 2011
  |  Partilhar:

O consumo de cigarros mentolados pode dificultar o abandono do vício por parte dor fumadores , revela um estudo norte-americano, publicado no “American Journal of Preventive Medicine”.

 

Investigadores do Instituto Oncológico e da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Medicina e Odontologia (UMDNJ) de Nova Jersey, EUA, analisaram dados do Instituto Nacional do Cancro dos EUA sobre o consumo de tabaco, focando-se nos fumadores e ex-fumadores brancos, negros e hispânicos.

 

Em geral, o consumo de cigarros de mentol foi maior entre as mulheres e os jovens adultos, dos 18 aos 24 anos. Quando foi avaliada a etnia, os investigadores verificaram que o consumo de cigarros de mentol foi muito maior entre os negros (71,8%) do que entre os hispânicos (28,1%) ou os brancos (21%).

 

O estudo também verificou que os fumadores de cigarros mentolados eram menos propensos a abandonar o vício do que os fumadores de cigarros ditos normais. "Os nossos dados sugerem que a presença de mentol poderia explicar parcialmente as diferenças observadas nos resultados da cessação tabágica; as recentes chamadas de atenção para proibir este sabor seriam prudentes e teriam como base provas científicas", disseram os investigadores num comunicado de imprensa da UMDNJ.

 

Actualmente, a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA (organismo que regula os medicamentos e alimentos) considera proibir a venda dos cigarros mentolados.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.