Cientistas têm nova teoria para a origem da Sida

Mistura de vírus de macaco originou HIV

15 junho 2003
  |  Partilhar:

Há já alguns anos que os cientistas sabem que o homem contraiu o HIV, pela primeira vez, ao ter contacto com chimpanzés infectados. Mas, agora, uma equipa de investigadores apresentou na revista «Science» um estudo o qual sugere que a doença seja uma mistura de, pelo menos, dois vírus encontrados em macacos.
 

 

Dizem os cientistas que a união dos dois vírus que infectam macacos na África deu origem à doença. Para chegar a esta nova teoria, os investigadores partiram da hipótese mais aceite sobre a origem do HIV, de que ele seria uma variação do SIVcpz - vírus que causa uma doença semelhante à Sida em chimpanzés da África Ocidental. Este vírus dos chimpanzés africanos teria «saltado» para os seres humanos provavelmente durante a manipulação da carne e do sangue desses animais.
 

 

Ao fazerem uma análise genética, os investigadores da Universidade de Nottingham, Grã-Bretanha, descobriram como esse vírus SIVcpz foi formado pela mistura, dentro do corpo do chimpanzé, do ADN dos vírus de dois macacos de espécies diferentes que fazem parte da dieta alimentar dos chimpanzés.
 

 

Os chimpanzés comem macacos mais pequenos, nomeadamente os Cercocebus torquatus, que têm o vírus SIVrcm, e os Cercopithecus nictitans, que têm o vírus SIVgsn. Estas espécies entraram em contacto com o sangue desses animais e receberam os dois vírus. Os cientistas então chegaram à conclusão que a união desses dois vírus no corpo dos chimpanzés deu origem ao vírus SIVcpz, o precursor do HIV.
 

 

Os cientistas de Nottingham dizem que a descoberta é particularmente importante porque mostra que os chimpanzés podem receber vírus de outras espécies de primatas, assim como os humanos receberam o vírus dos chimpanzés no caso do HIV.
 

 

Os investigadores afirmam que, com isso, as novas formas de vírus mortais podem surgir nos chimpanzés, a partir de outros macacos, e depois serem transmitidas para os seres humanos. Não se sabe ainda exactamente quando nem como o SIVcpz «saltou» para o homem, mas acredita-se que tenha ocorrido por volta de 1940 e por meio de alguma ferida em contacto com sangue contaminado quando um ser humano preparava a carne de chimpanzé para a alimentação.
 

 

Alguns cientistas também acreditam que a transmissão dos chimpanzés para o homem possa ter ocorrido várias vezes, o que explicaria os diferentes tipos de HIV. Os cientistas de Nottingham chegaram a estas conclusões ao analisar os vírus SIV de 30 espécies de macacos africanos.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.