Cientistas querem evitar que aconteça ao homem o mesmo que aos dinossauros
05 setembro 2001
  |  Partilhar:

Uma equipa de cientistas italianos e russos realizou os primeiros ensaios de um potente radar que actua como "sentinela espacial" para controlar a trajectória de asteróides e objectos potencialmente perigosos em torno da Terra.
 

 

A comunidade científica começa a preocupar-se em estabelecer um padrão para lidar com a possibilidade de um asteróide ou um cometa chocarem com a Terra, para tentar evitar a repetição entre os humanos do que se pensa ter acontecido aos dinossauros.
 

 

A experiência é dirigida pelo Conselho Nacional de Investigação italiano (CNR), em colaboração com o Observatório astronómico de Turim e a Academia das Ciências de Moscovo.
 

 

Stelio Montebugnoli e Giordano Cevolani, cientistas do CNR, explicaram que os testes realizados permitiram controlar os corpos cósmicos que podem representar um risco para a Terra, como o "lixo espacial" e os restos de satélites desactivados.
 

 

Se um objecto com apenas 800 metros de diâmetro atingisse a Terra, libertaria uma quantidade de energia 10 milhões de vezes superior à da bomba atómica largada em Hiroshima.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.