Cientistas produzem células estaminais sem destruir embriões

Estudo apresentado na Nature

28 agosto 2006
  |  Partilhar:

 

Segundo a edição electrónica da Nature, cientistas da Advanced Cell Technology Inc (ACT) de Massachusetts, EUA, que no ano passado conseguiram produzir cinco linhagens de células estaminais a partir de embriões de ratinhos, adaptaram a técnica ao homem.
 

 

Os investigadores utilizaram 16 embriões supranumerários resultantes de Fecundação "In Vitro" (FIV) para retirar de cada um deles uma única célula com uma micropipeta, num método semelhante ao seguido no Diagnóstico Pré-Implantatório (DPI).
 

 

O DPI é usado em caso de risco de doença genética hereditária para seleccionar, depois de uma FIV, embriões ilesos, antes de os implantar no útero materno.
 

 

Deixando uma única célula colhida para o DPI multiplicar-se durante uma noite, "as células produzidas poderão ser utilizadas tanto para testes genéticos como para a produção de linhagens de células estaminais", sem que isso afecte o futuro do embrião, explicou à Nature a equipa de investigadores, liderada por Robert Lanza.
 

 

Ainda não diferenciadas, as células estaminais embrionárias são capazes de evoluir para substituir qualquer célula humana, o que é fonte de enormes esperanças em futuras terapias (como enxertos de células cardíacas depois de um enfarte, por exemplo).
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.