Cientistas portuguesas distinguidas por trabalho sobre cancro
19 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

Investigadoras portuguesas são co-autoras do artigo
 

científico que venceu este ano o Prémio Benjamim Castleman,
 

atribuído pela Academia Internacional de Patologia para o melhor trabalho de patologia humana escrito em inglês em todo o mundo.
 

 

Fátima Carneiro e Raquel Seruca, investigadoras da
 

Faculdade de Medicina do Porto e do Instituto de Patologia e
 

Imunologia Molecular da Universidade do Porto, são, com o
 

canadiano David Huntsman, autoras de uma investigação sobre cancro do estômago hereditário.
 

 

O resultado dessa investigação foi publicado em 2001 no
 

New England Journal of Medicine e demonstra a importância do
 

aconselhamento genético e do diagnóstico precoce das situações de patologia do estômago em pessoas com história familiar de cancro gástrico.
 

 

O Prémio Benjamim Castleman é um dos mais prestigiados
 

galardões nesta área de investigação, sendo considerado o
 

principal ao nível da patologia humana em termos mundiais.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.