Cientistas obtêm células cardíacas a partir de precursoras
31 julho 2001
  |  Partilhar:

Cientistas israelitas obtiveram pela primeira vez células do coração a partir de células precursoras embrionárias humanas, confirmando as promessas da polémica investigação neste campo.
 

 

Os investigadores explicaram, num artigo publicado na revista Journal of Clinical Investigation, que quando estas células forem aperfeiçoadas poderão ser utilizadas para recuperar tecidos danificados no coração por um enfarte e evitar a dependência de dadores.
 

 

Os cientistas, do Centro Médico Ramban, em Haifa (Israel), conseguiram, em tubos de ensaio, que as células embrionárias se convertessem em células do músculo cardíaco, poucos dias antes de se começarem a dividir.
 

 

As células precursoras (ou estaminais, em inglês "stem cells"), envoltas em polémica em grande parte do mundo por se encontrarem em embriões, têm a capacidade, se cultivadas, de diferenciar-se em qualquer tecido ou órgão do corpo humano.
 

 

Para serem obtidas, estas células implicam a destruição dos embriões, o que motiva fortes críticas de grupos conservadores e anti- aborto.
 

 

No entanto, os defensores da investigação neste campo afirmam que as células precursoras podem ser obtidas a partir dos embriões excedentários nas clínicas de tratamentos de fertilidade que, de outro modo, seriam destruídos.
 

 

 

Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.