Cientistas observam pela primeira vez em acção o sistema anti-dor do cérebro
12 julho 2001
  |  Partilhar:

Uma equipa de investigadores da Universidade do Michigan viu pela primeira vez em acção o sistema de ataque à dor do cérebro humano, refere um estudo publicado hoje pela revista Science.
 

 

Os cientistas norte-americanos investigaram a actividade química do cérebro de voluntários que submetidos a dor constante relataram as suas experiências.
 

 

Os resultados confirmam a relação entre alterações químicas cerebrais de reacção à dor e as sensações e emoções vividas pelas pessoas e podem ajudar os investigadores a compreender melhor a dor crónica e a encontrar formas mais eficazes de a aliviar.
 

 

Este é o primeiro estudo que combina a indução da dor com a monitorização do sistema neurológico envolvido e com a avaliação da dor relatada pelos próprios voluntários.
 

 

O estudo descobriu que provocar dor no músculo do maxilar durante mais de 20 minutos provoca uma vaga de libertação destes químicos, cujo fluxo coincide com a redução da quantidade de dor que os voluntários afirmam sentir.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.