Cientistas norte-americanos revelam que cocaína poderá activar vírus da SIDA
15 fevereiro 2002
  |  Partilhar:

Cientistas norte-americanos descobriram que a cocaína poderá ser um dos factores que põe em actividade o vírus da imunodeficiência humana (HIV), que causa a SIDA.
 

 

Num estudo publicado na Revista de Doenças Infecciosas, um grupo de investigadores da Universidade da Califórnia indicou que a influência da cocaína ficou patente em investigações feitas em ratos.
 

 

Os estudos revelaram que, na presença da droga, o vírus estende-se mais rapidamente pelo corpo, mata um maior número de células e reproduz-se 200 vezes mais rápido do normal.
 

 

Segundo Gayle Baldwin, investigadora da Universidade que dirigiu o estudo, na pesquisa utilizaram-se ratos que já estavam infectados com HIV, tendo metade deles sido injectados com cocaína e os restantes apenas com água.
 

 

Os ratos foram examinados dez dias depois e descobriu-se que a carga do vírus da sida nos animais injectados com cocaína tinha aumentado 200 vezes em comparação com os que haviam recebido a substância inócua.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.