Cientistas identificam proteína que pode conduzir a medicamentos anti-cancro
07 setembro 2001
  |  Partilhar:

O grupo farmacêutico alemão Merck KGaA anunciou ontem ter identificado pela primeira vez a estrutura completa de uma proteína que desempenha um papel chave na evolução de certas doenças, em particular do cancro.
 

 

Esta descoberta foi realizada em colaboração com os investigadores do Hospital de Massachusetts nos Estados Unidos e "poderá abrir caminho à próxima geração de medicamentos contra o cancro", sublinhou o grupo.
 

 

A molécula cuja estrutura completa foi identificada, depois de vários anos de investigação, é o receptor de integrina beta 3.
 

 

A integrina é uma proteína que desempenha um papel importante no desenvolvimento de doenças como o cancro, a osteoporose, o reumatismo e as inflamações, tendo os investigadores começado já os testes com a molécula.
 

 

Fonte: Lusa
 

 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.