Cientistas identificam gene catalisador do lúpus
20 setembro 2001
  |  Partilhar:

Investigadores afirmaram ter identificado um gene que
 

aumenta o risco de desenvolver lúpus, uma doença auto-imune muitas vezes fatal, através de experiências com ratos geneticamente modificados.
 

 

Os cientistas, do Colorado, EUA, sublinharam que embora os
 

problemas relacionados com o gene "Ifi202" estejam especificamente associados ao lúpus, há muitos outros genes envolvidos nesta doença complexa.
 

 

Os resultados da investigação foram publicados na edição de
 

Setembro do jornal Immunity, mas a descoberta necessita de ser confirmada por outros laboratórios e novos estudos, para averiguar se este gene está também associado ao lúpus em humanos.
 

 

Um investigador contactado pela Agência Lusa relativizou
 

esta descoberta, explicando que, além de não ser a primeira vez que cientistas detectam um gene catalisador do lúpus, é preciso saber "como é que este gene fomenta a produção de anti-corpos e em quantos doentes faz aumentar o risco de contrair a doença".
 

 

"Dizer que este gene contribui não só para aumentar o risco
 

de lúpus como de outras doenças auto-imunes é, por enquanto, mera especulação", sublinhou Werner Haas, investigador convidado do Instituto Gulbenkian de Ciência para promover estudos na área das doenças auto-imunes, incluindo o lúpus e a artrite reumatóide.
 

 

Segundo Haas, a sequência genética que contribui para a
 

doença está associada a uma excessiva expressão do gene Ifi202.
 

 

"A função deste gene ainda não está totalmente
 

caracterizada mas acreditamos tratar-se de uma proteína envolvida na indução ou na repressão da manifestação de outros genes", disse.
 

 

O lúpus é uma doença auto-imune, ou seja, são as próprias
 

defesas do corpo que atacam os tecidos saudáveis. As doenças auto-imunes, como o lúpus, a diabetes ou a
 

artrite reumatóide, caracterizam-se por uma produção de anticorpos contra diferentes proteínas e ADN (ácido desoxirribonucleico) do próprio organismo, provocando lesões em vários tecidos.
 

 

O sistema imunológico é o sistema de defesa mais importante
 

de que dispõe o organismo face às agressões de vírus, bactérias e outras substâncias estranhas.
 

 

A função deste sistema consiste em reconhecer cada um dos
 

tecidos, células e proteínas do organismo, distinguindo-os de uma ampla variedade de agentes patogénicos, que deve destruir.
 

 

As doenças auto-imunes, que permanecem incuráveis, derivam
 

de uma anomalia nesse reconhecimento entre o próprio e o não próprio ao organismo.
 

 

A doença ataca sobretudo mulheres em idade fértil e os
 

cientistas acreditam que os factores genéticos podem criar uma predisposição para o lúpus, embora os factores ambientais como infecções, reacções a medicamentos, hormonas e stress estejam também associados à doença.
 

 

São vários os sintomas do lúpus mas podem não estar todos
 

presentes ao mesmo tempo: erupções na face, na boca e nariz que lembram a mordedura de um lobo, queda de cabelo, fadiga, dores de cabeça, alterações renais, anemia, anormalidades imunológicas, entre outros.
 

 

Em Portugal, estão inscritas 2.000 pessoas na Associação de
 

Doentes com Lúpus, mas estima-se que o número de afectados possa situar-se entre os 7.500 e os 10.000.
 

 

"A resolução das doenças genéticas está para breve",
 

sublinhou Werner Haas, que fez depender este desenvolvimento científico da sequenciação completa dos genomas do homem e do rato, do estabelecimento de uma larga base de dados dos polimorfismos genéticos e dos avanços tecnológicos para detectar estas sequências.
 

 

No entanto, sublinhou o cientista, o benefício destas
 

descobertas para os doentes, que depende sobretudo do
 

desenvolvimento de novos medicamentos, pode demorar anos. "Um tempo que dependerá do investimento que se quiser fazer nesta investigação", acrescentou.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.