Cientistas identificam ADN de cérebro de mulher de 2000 anos

Achado descoberto em escavações arqueológicas na China

19 maio 2003
  |  Partilhar:

Cientistas chineses conseguiram identificar uma amostra de ADN extraída do cérebro de uma mulher morta há 2000 anos e encontrada durante escavações feitas perto de Pequim, informa hoje a imprensa local.
 

 

«A análise do ADN fornecerá uma grande quantidade de provas decisivas sobre a vida das civilizações antigas na China», disse Zhu Hong, director do Centro de Estudos Arqueológicos da Universidade de Jilin, no noroeste da China.
 

 

Durante a escavação do túmulo de Laoshan, pertencente à dinastia Han (206 AC-220 DC), um pedaço do que parecia ser barro desprendeu-se do crânio de uma mulher mumificada.
 

Investigações posteriores demonstraram que se tratava de um pedaço de tecido cerebral da múmia, do qual se extraiu uma amostra de ADN. Usando tecnologia tridimensional, antropológica e de ADN, os paleontólogos da Universidade de Jilin procuravam uma linha co- sanguínea da mulher mumificada com os descendentes da dinastia Han.
 

 

«Foi precisamente este estudo que marcou um novo método de analisar moléculas de ADN extraídas do tecido cerebral», declarou Pan Qifeng, paleontólogo da Academia de Ciências Sociais da China.
 

 

«Nunca tínhamos analisado tecido cerebral de uma múmia de 2000 anos, pelo que foi um verdadeiro achado termos conseguido extrair uma amostra de ADN do cérebro, quando fomos incapazes de o fazer dos seus ossos ou dentes», segundo o professor Zhu.
 

 

O Centro de Estudos Arqueológicos da Universidade de Jilin possui uma base de dados muito completa de ADN extraído de restos mortais de antepassados encontrados na região autónoma de Xinjiang, Mongólia Interior e a província de Qinghai. «A análise do ADN vai ajudar-nos a conhecer a evolução e os movimentos migratórios das civilizações passadas», concluiu Zhu.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.