Cientistas fazem cirurgia a laser pela internet

Experiência realizada remotamente por cientistas australianos em laboratório norte-americano

11 setembro 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

 

Numa experiência com o objectivo de integrar as tecnologias laser e de internet, cientistas australianos conseguiram realizar, remotamente, uma cirurgia microscópica com células humanas num laboratório da Califórnia, Estados Unidos.
 

 

Os cientistas utilizaram um software chamado RoboLase, que foi desenvolvido por investigadores da Queensland University, na Austrália, destinado a estudos em tempo real entre laboratórios e procedimentos médicos possíveis de realizar à distância.
 

 

Na primeira das cirurgias, os cientistas utilizaram o RoboLase e células humanas para produzir furos microscópicos com menos de um milésimo de milímetro de diâmetro em cada orifício.
 

 

De acordo com os desenvolvedores do software, é fundamental que a velocidade de conexão entre os dois pontos seja alta. Nos testes, o laboratório em Queensland precisou de um link de um Gigabyte por segundo, garantindo que não existisse diferença de tempo significativo entre o que os cientistas viam no monitor e o que ocorria na Califórnia.
 

 

Além disso, os australianos também fizeram experiências com a ferramenta, conseguindo manobrar "pinças de laser" para paralisar remotamente um espermatozóide em movimento no laboratório norte-americano. Segundo os investigadores, virtualmente não houve qualquer atraso perceptível de imagem que pudesse comprometer a operação.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.