Cientistas estudam antidepressivo orodispersível

Estudo apresentado no congresso da Associação Americana de Psiquiatria

29 novembro 2005
  |  Partilhar:

Tomar um antidepressivo que se desfaz na boca, com sabor a laranja, é preferível aos comprimidos convencionais para dois terços dos quase 4000 doentes, de 20 países, envolvidos no maior estudo global de investigação, apresentado no Congresso anual da Associação Americana de Psiquiatria, em Atlanta, Estados Unidos. Este antidepressivo orodispersível, cujo mecanismo de acção difere dos restantes antidepressivos da mesma classe (SSRI), tem como princípio activo a mirtazapina. Os resultados do inquérito mostram que 63 por cento dos 4000 doentes preferem este novo fármaco e metade cumpre melhor o tratamento desde que iniciaram a toma desta nova formulação. O estudo vai continuar até ao final de 2006, altura em que a amostra total será de 4500 doentes. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar