Cientistas discutem vacina da gripe

Epidemia global é inevitável

11 novembro 2004
  |  Partilhar:

 Começa hoje em Genebra, na Suíça, uma reunião convocada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para discutir medidas de prevenção de uma nova epidemia global de gripe, que é considerada inevitável, dada a evolução do vírus da gripe das aves. Presentes vão estar cientistas e pelo menos 16 empresas farmacêuticas - a Aventis Pasteur anunciou já que vai começar a produzir vacinas contra a gripe durante todo o ano, e não apenas antes do Inverno, para preparar reservas caso surja uma gripe potencialmente mortífera, como a gripe das aves. As vacinas da gripe são produzidas em ovos de galinha, mas só durante um certo período. A ideia agora é manter esse processo todo o ano, para garantir que há sempre ovos suficientes para produzir vacinas em grande escala, se for necessário. Este Inverno, os problemas associados à produção de vacinas para a gripe ficaram demonstrados nos EUA, porque a maior parte dos stocks das vacinas compradas ficaram contaminados com uma bactéria e tiveram de ser destruídos. Assim, os EUA não têm vacinas suficientes para imunizar a população. Mas as farmacêuticas estão também a estudar a hipótese de um plano B: é que o vírus H5N1, surgido pela primeira vez em Hong Kong em 1997, é tão letal para as galinhas que não tem sido possível criar uma vacina da forma tradicional. Por isso vários laboratórios estão a trabalhar no desenvolvimento de vacinas com alguma manipulação genética, para contornar essa dificuldade. A Aventis, por exemplo, anunciou ter feito já 8000 doses de uma vacina experimental contra a gripe das aves, que será testada em humanos no início de 2005, diz a agência AP. Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.