Cientistas desenvolvem teste diagnóstico para pré-eclâmpsia

Estudo da Universidade de Western Ontario

31 dezembro 2008
  |  Partilhar:

Investigadores da Universidade de Western Ontario, no Canadá, anunciaram este mês terem desenvolvido uma nova tecnologia que poderá ajudar no diagnóstico de pré-eclâmpsia em grávidas.
 

 

A descoberta poderá levar ao desenvolvimento de testes diagnósticos capazes de identificar gravidezes de risco de forma mais rápida e eficaz.
 

 

De acordo com um comunicado publicado no sítio da referida Universidade, esta nova tecnologia analisa um grupo de proteínas e biomarcadores que apresentam os níveis alterados na placenta das mulheres que desenvolvem pré-eclâmpsia.
 

 

Na nota informativa, Victor Han, um dos líderes do estudo, refere que os resultados do estudo são “altamente relevantes para a pré-eclâmpsia grave e de início precoce, que se apresenta antes das 28 semanas de gravidez”.
 

 

“Identificando essas grávidas precocemente, um dia seremos capazes de atrasar o início ou reduzir a gravidade da patologia”, reforça o especialista no comunicado.
 

 

A tecnologia já foi licenciada para desenvolvimento e futura comercialização e conta com o apoio de diversas fundações e centros de investigação canadianos.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.