Cientistas desenvolvem gel que regenera tecido cardíaco

Estudo da universidade israelita de Ben Gurion

17 agosto 2008
  |  Partilhar:

Cientistas israelitas desenvolveram um gel à base de algas capaz de regenerar os tecidos do coração danificados após um enfarte do miocárdio.
 

 

Testes realizados em ratos e porcos mostraram que 90% dos animais que receberam o gel sobreviveram após terem sofrido um enfarte induzido, valor que se reduziu para 40% nos animais que não foram tratados com o produto.
 

 

A líder da equipa de investigadores da Universidade de Ben Gurion, Smadar Cohen, explicou à BBC que o produto actua sobre o tecido cicatrizado que se forma depois de um enfarte.
 

 

O gel é injectado, através de um cateter, e quando entra em contacto com os tecidos danificados, solidifica-se, permitindo o seu espessamento e um melhor funcionamento.
 

 

“Seis semanas após a administração, o gel é eliminado naturalmente do organismo, deixando o tecido mais fortificado”, afirmaram os especialistas.
 

 

A equipa já iniciou testes em pacientes que sofreram enfartes do miocárdio severos na Bélgica, Israel e Alemanha. As futuras experiências serão realizadas nos EUA.
 

Se a eficácia do gel for comprovada, o produto poderá estar disponível no mercado em 2011.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.