Cientistas decifram genoma da bactéria do anthrax
29 novembro 2001
  |  Partilhar:

Investigadores norte-americanos conseguiram decifrar a sequência do genoma do bacilo do anthrax, utilizado em ataques bioterroristas por meio de cartas nas últimas semanas nos EUA, informou ontem o Instituto de Investigação Genómica (TIGR).
 

 

A bactéria analisada no estudo pertence à cepa Ames, originária das amostras da bactéria encontradas na Flórida, onde provocou o primeiro dos cinco mortos desde Outubro naquele país.
 

 

Esta bactéria foi sequenciada em 99 por cento por uma equipa de investigadores liderada por Timothy Read e Claire Fraser. A sequência genética da bactéria será comparada com a de uma outra bactéria da mesma cepa, mas originária do Reino Unido, onde está a ser decifrada para determinar se os dois bacilos apresentam variações de ADN.
 

 

Mas o TIGR não quer revelar, para já, os resultados das investigações, devido às possíveis "implicações para a saúde pública”, bem como para “a segurança nacional". Por isso, os resultados aguardam a aprovação das autoridades federais norte-americanas.
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.