Cientistas da Universidade do Porto considerados melhores do mundo na área da cardiotocografia

Programa alerta para baixa oxigenação fetal

06 março 2009
  |  Partilhar:

A comunidade científica “BioMedExperts” considerou João Bernardes e Diogo Ayres de Campos, obstetras, professores e investigadores do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), respectivamente, o primeiro e o terceiro melhores investigadores do mundo no campo da cardiotocografia (monitorização contínua da frequência cardíaca do feto e das contracções uterinas da grávida).

 

O presidente do Colégio Inglês de Ginecologia e Obstetrícia, Sabaratnam Arulkumaran, foi apontado como número dois.
 

De acordo com o comunicado enviado à imprensa pela FMUP, João Bernardes e Diogo Ayres de Campos criaram, em colaboração com o Instituto de Engenharia Biomédica (INEB), um programa informático de grande impacto na prática clínica na área da Obstetrícia – o “OmniView-SisPorto”.

 

Este programa efectua uma leitura dos sinais provenientes do feto, identificando situações relacionadas com a baixa oxigenação. O sistema permite a monitorização dos bebés 24 horas por dia, emitindo alertas aos profissionais de saúde, no caso de surgirem alterações.

 

Segundo a nota enviada à imprensa, ao todo, os dois especialistas da FMUP já publicaram mais de cinquenta artigos científicos nas mais prestigiadas publicações mundiais e venceram mais de dez prémios.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.