Cientistas criaram sistema para detectar recaídas de Cancro do Pulmão

Estudo publicado na revista New England Journal of Medicine

22 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

Cientistas norte-americanos criaram um sistema através do qual se pode diagnosticar com precisão uma recaída de Cancro do Pulmão depois de uma intervenção cirúrgica, revela um estudo publicado na revista New England Journal of Medicine.
 

 

Investigadores da Duke University em Durham/North Carolina, EUA, referem que o sistema poderá salvar milhares de vidas ao permitir aplicar terapias mais intensas para pacientes que sofreram recaídas.
 

 

Os cientistas adiantam que o seu sistema procura nas células cancerígenas de maior tamanho material genético que se manifesta nas recaídas. A precisão deste sistema, adiantaram, é de 90%. Uma vez detectadas, as células maiores são retiradas cirurgicamente enquanto as menores são tratadas através da Quimioterapia.
 

 

Segundo David Harpole, um dos investigadores da equipa, com este sistema a sobrevivência dos pacientes pode ser elevada a 5% o que permitirá salvar 10 mil pessoas por ano. Calcula-se que o cancro reaparece em um terço dos pacientes operados ao Cancro do Pulmão.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.