Cientistas criam porco em miniatura para xenotransplante

Mais um passo para o transplante de órgãos de porco no homem

14 janeiro 2003
  |  Partilhar:

A empresa norte-americana Immerge BioTherapeutics apresentou esta semana, na Nova Zelândia, Goldie, um porco clonado com genes desactivados, projectado para fornecer órgãos para transplantes.
 

 

Randall Prather, da Universidade do Missouri-Columbia, anunciou ter clonado um porco miniatura desprovido do gene que tem impedido que os órgãos de porco transplantados em humanos sejam bem sucedidos.
 

 

Os porcos têm um enorme potencial neste aspecto, uma vez que são fisiologicamente semelhantes ao homem e de uma forma mais plena que primatas não humanos, como os babuínos.
 

No entanto, os porcos nascem com um gene que cobre os seus órgãos com uma molécula de açúcar, a GGTA1, o que desencadeia a rejeição dos transplantes em humanos.
 

 

Goldie não é o primeiro animal do género. Em Agosto, a britânica PPL Therapeutics divulgou o nascimento de cinco porquinhos para xenotransplantes, prática entre espécies diferentes. A diferença, segundo a Immerge, é a variedade usada: um tipo miniatura que alcança peso por volta de 100 quilos e possui órgãos com tamanhos similares aos humanos --os animais da PPL, por outro lado, podem chegar a 500 quilos.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.