Cientistas criam polegar artificial móvel
07 dezembro 2001
  |  Partilhar:

Estudantes de Singapura conseguiram criar um polegar artificial sem baterias que pode representar uma nova esperança para pessoas que perdem o dedo em acidentes ou que já não nasceram com ele devido a um qualquer defeito congénito.
 

 

Feito em alumínio, o “Mimic”, denominação dada pelos cientistas, é fixado às costas da mão e faz circular o indicador, mantendo assim a mobilidade do dedo. Duas pequenas roldanas e um fio de aço mantêm a ligação entre os movimentos do dedo indicador e do polegar metálico, o que permite escrever e segurar objectos pequenos.
 

Este polegar artificial imita as funções do dedo indicador.
 

 

Assim, quando este se move, o polegar também faz o mesmo movimento, explicou Adrian Lim, engenheiro mecânico e de produção da Universidade de Tecnologia de Nanyang, Singapura, e líder da investigação.
 

 

Segundo o cientista, regra geral, quando se perde o polegar, ou se nasce sem ele, a solução é aplicar uma prótese imóvel, ou ainda, a amputação do dedo grande do pé para implantá-lo na mão.
 

 

Existem ainda outros dispositivos no mercado, como a prótese para implantar toda a mão, mas nestes casos é preciso articulá-la mecanicamente com os músculos do braço para que esta se mova.
 

 

A equipa de 15 estudantes passou cerca de cinco semanas a trabalhar no projecto e agora planeia patentear o “Mimic” nos Estados Unidos. Falta, no entanto, efectuar testes em pessoas que necessitem deste aparelho e, deste modo, verificar a funcionalidade desta nova invenção. A equipa está, no momento, a estabelecer uma parceira com o Hospital Universitário Nacional de Singapura para que possa testar o aparelho. O custo do protótipo é de cerca de 15 mil escudos (3 mil euros), mas as peças terão que ser feitas sob medida para cada utilizador.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI - Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.