Cientistas criam pilha alimentada pelo sangue

Glicose gera energia

23 maio 2005
  |  Partilhar:

 

 

Investigadores japoneses desenvolveram uma pilha que usa a glicose do sangue para gerar energia, sem precisar de recorrer a substâncias químicas, de modo a criar uma fonte contínua de alimentação para os órgãos artificiais.
 

 

A pilha utiliza os electrões contidos na glicose como fonte de corrente, explicou o prof. Matsuhiko Nishizawa, da Universidade Tohoku, em Sendai (350 quilómetros a norte de Tóquio). «Como a pilha é feita à base de vitamina K3, uma substância existente no corpo, para criar a corrente de electrões, o processo é absolutamente seguro», segundo um comunicado da equipa de investigação.
 

 

No futuro, acrescenta, «uma pilha desse tipo pode constituir uma fonte de alimentação sob a forma de implante». A maior parte das pilhas em estudo para alimentar órgãos artificiais e estimuladores são concebidas a partir de metais, o que pode envolver riscos sanitários. A pilha desenvolvida pela Universidade de Tohoku tem o tamanho de uma moeda e pode gerar uma corrente com 0,2 miliwatts de potência.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.