Cientistas criam palito que detecta comida estragada

Estudo da Universidade da Carolina do Sul

26 março 2007
  |  Partilhar:

Cientistas da University of South Carolina, nos EUA, liderados por John Lavigne, estão a desenvolver um teste para detectar se os alimentos estão estragados e podem causar uma intoxicação alimentar. O teste consiste numa espécie de palito que é inserido no alimento e detecta a presença de substâncias químicas que surgem quando o produto está a decompor-se. O palito roxo muda de cor para indicar o resultado: vermelho significa que a comida está prestes a estragar-se e o amarelo que já não é apropriada para o consumo. Segundo os cientistas, os sinais de que os alimentos começaram a deteriorar-se, como mau cheiro e o aparecimento de bolor, nem sempre estão presentes. Geralmente, os testes para detectar bactérias específicas que causam intoxicações alimentares são caros, requerem kits complicados e os resultados são demorados. Mas, ao invés de detectar as bactérias, o teste criado pelos investigadores aponta a presença de componentes que são gerados quando as proteínas presentes nos alimentos começam a decompor-se. As análises preliminares com produtos, como salmão fresco e atum fresco e de lata, mostraram que o novo teste detecta a presença desses componentes, com precisão, em 90% dos casos. Segundo os cientistas, os estudos sugerem que o teste funcionará também em alimentos como frutas e vegetais. MNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.