Cientistas criam cenoura enriquecida com cálcio

Estudo publicado na PNAS

17 janeiro 2008
  |  Partilhar:

 

Investigadores do Colégio de Medicina da Baylor University, no Texas, EUA, criaram uma cenoura geneticamente modificada enriquecida com cálcio que fornece mais 41% do mineral, em comparação com o tubérculo normal.
 

 

O estudo, publicado na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS), refere ser necessário efectuar uma série de testes de segurança.
 

As cenouras modificadas geneticamente foram cultivadas em ambientes cuidadosamente monitorizados e controlados, permitindo uma distribuição do cálcio contido no vegetal através das membranas da planta.
 

 

As cenouras enriquecidas com cálcio podem ser uma boa alternativa aos lacticínios, dado que algumas pessoas são alérgicas a estes produtos e outras recebem a recomendação de evitar os lacticínios devido à grande quantidade de gordura nestes alimentos.
 

 

Segundo os cientistas, estes alimentos também podem ser de enorme utilidade ao ajudar a prevenir problemas de saúde, como a Osteoporose
 

Esta não é a primeira vez que a cenoura é modificada. A cenoura actual, de cor laranja, é resultado de cultivos efectuados na Holanda, no século XVII, quando agricultores nacionalistas transformaram a planta, que antes era roxo, para que ele passasse a ter a cor da bandeira do país, um tributo a Guilherme de Orange.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.