Cientistas criam a mais pequena escultura do mundo

Micromáquinas utilizadas poderão navegar em vasos sanguíneos

20 agosto 2001
  |  Partilhar:

Tem o tamanho de uma célula sanguínea e foi feita através de feixes laser. Trata-se da mais pequena escultura do mundo, utilizando as técnicas da miniaturização mais recentes, uma experiência que deve contribuir para o avanço da construção de micromáquinas capazes de explorar o corpo humano.
 

 

O objecto esculpido é um “microtouro” em três dimensões e representa o culminar de quatro anos de investigações realizadas por uma equipa de cientistas japoneses num laboratório de Osaka, a 400 quilómetros de Tóquio.
 

 

A imagem do touro - escolhida em razão de sua complexidade - foi traçada sobre um minúsculo bloco de resina utilizando dois lasers. O objecto mede 10 micrómetros por sete (um micrómetro representa uma milésima parte de um milímetro).
 

 

A equipa de cientistas é dirigida pelo professor Satoshi Kawata, do Laboratório de Engenharia Científica da Universidade de Osaka, e utilizou uma técnica chamada "micropolimerização".
 

 

Hung Bo Sun, um dos investigadores da equipa, explicou os procedimentos da experiência à CNN: "Concentramos os lasers sobre um bocado de resina líquida, de modo que só o volume de resina, próximo do impacto, conseguiu solidificar-se"
 

 

Bo Sung afirmou que, através desta técnica, "podemos fabricar qualquer estrutura ou produzir um aparelho muito pequeno". Entretanto, outra equipa do laboratório já começou a trabalhar no desenvolvimento de instrumentos para poder navegar, por exemplo, nos vasos sanguíneos.
 

 

Paula Pedro Martins
 

 

MNI - Médicos Na Internet
 

Fonte: CNN
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.