Cientistas argentinos eliminam colesterol do leite e ovos

Mais dois alimentos com características terapêuticas

04 julho 2004
  |  Partilhar:

Cientistas argentinos conseguiram eliminar 90 por cento do colesterol existente no leite e nos ovos, abrindo um novo caminho para a produção de alimentos com características terapêuticas, foi noticiado na semana passada.Para obter esses resultados, peritos do Conselho de Investigações Científicas e Técnicas e da Faculdade de Medicina da Universidade de Buenos Aires utilizaram um microorganismo chamado «Tetrahymena».Este microorganismo não só consegue reduzir em 90 por cento do colesterol no leite e ovos, mas também faz com que cinco por cento do colesterol que fica nesses alimentos depois desse processo se transforme em pró-vitamina D, necessária para a formação dos ossos.Até agora, o processo só foi testado em laboratório, não estando disponível no mercado um alimento que inclua esse procedimento desenvolvido na Argentina, explicou o biólogo Jorge Florin Christensen, que liderou a equipa de investigadores.No entanto, disse, estão já a decorrer negociações com investidores privados locais para produzir em escala industrial leite e ovos que tenham estes benefícios saudáveis.O colesterol é uma substância gorda que está presente nos alimentos derivados de animais e também dentro do corpo humano. No entanto, quando a sua quantidade é maior à necessária para o funcionamento do organismo aumenta o risco de problemas cardiovasculares.Fonte:Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.