Cientista elimina enzimas do sémen

Anticonceptivo masculino é o próximo passo

11 março 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

O sémen dos homens estéreis carece de cinco enzimas e que essa descoberta poderá servir de base à criação de um anticonceptivo masculino.
 

 

Quem o afirma é bioquímico Mark Baker, da Universidade de Newcastle (Nova Gales do Sul), do laboratório alemão Schering AG que está a examinar essas cinco enzimas para as poder utilizar num anticonceptivo.
 

 

Apesar de existirem outros estudos em que se injecta uma combinação de testosterona e progesterona, Baker disse que o seu método não implica injectar hormonas, mas apenas eliminar as enzimas que tornam fértil o esperma.
 

 

Depois de um intrincado trabalho para separar os milhares de proteínas contidas em cada espermatozóide, só faltará encontrar uma empresa farmacêutica disposta a desenvolver o produto, disse Baker, acrescentando que «o seu desenvolvimento será extremamente fácil, uma questão de horas».
 

 

O cientista referiu ainda que o laboratório alemão subsidiou o programa de investigação da universidade australiana e que o desenvolvimento do medicamento custaria cerca de 750 milhões de dólares (567 milhões de euros).
 

 

Em todo o mundo há cerca de 125 milhões de mulheres que não desejam engravidar e não utilizam contraceptivos, de acordo com um relatório do Instituto World Watch intitulado «A situação do mundo 2003».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.