Cidadania íntima

Projeto financiado pelo Conselho Europeu de Investigação

18 julho 2013
  |  Partilhar:

Uma socióloga do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra vai desenvolver um projeto que tem como objetivo “dotar os decisores políticos” de conhecimento atualizado na área da cidadania íntima.
 

Ana Cristina Santos foi contemplada com uma bolsa de 1,462 milhões de euros, com a qual vai realizar o projeto “INTIMATE - Cidadania, Cuidado e Escolha: A Micropolítica da Intimidade na Europa do Sul”.
 

A notícia avançada pela agência Lusa refere que o projeto financiado pelo Conselho Europeu de Investigação é um trabalho de investigação a desenvolver durante cinco anos, com início em 2014, por uma equipa multidisciplinar e internacional, que promoverá “estudos comparativos sobre conjugalidade lésbica, poliamor, procriação medicamente assistida, ‘barrigas de aluguer’, redes de cuidado entre pessoas transgénero e coabitação entre amigos”, em Portugal, Espanha e Itália.
 

Na Europa do Sul, “existe ainda um grande défice de trabalho nestas áreas”, disse Ana Cristina Santos à agência Lusa, a quem caberá constituir a equipa de investigadores, que irão desenvolver o seu trabalho nas capitais dos três países abrangidos: Lisboa, Madrid e Roma.
 

Reconhecendo uma pluralidade de modelos familiares e relacionais, “um dos objetivos deste projeto é produzir recomendações visando a implementação de políticas sociais mais inclusivas”.
 

Ana Cristina Santos realçou a necessidade de “dotar os decisores políticos deste tipo de conhecimento atualizado”, indicando que está também previsto “envolver os jornalistas e outros atores” do processo cultural e social.
 

Os três “grandes eixos” de intervenção do projeto são “a conjugalidade, a parentalidade e a amizade”, referiu.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.