Ciclo menstrual pode ter efeito na dependência em nicotina

Estudo publicado no “Psychiatry Journal”

07 janeiro 2015
  |  Partilhar:

O ciclo menstrual pode ter efeito na dependência em nicotina, sugere um estudo publicado no “Psychiatry Journal”.
 

O estudo da Universidade de Montreal, no Canadá, constatou que a incontrolável vontade de fumar é mais forte no início da fase folicular que começa após a menstruação. “A diminuição hormonal do estrogénio e progesterona aumentam a síndrome de abstinência e a atividade neuronal associada à vontade de fumar”, revelou, em comunicado de imprensa, a primeira autora do estudo, Adrianna Mendrek.
 

De forma a chegarem a estas conclusões, os investigadores contaram com a participação de 34 indivíduos que fumavam mais de 15 cigarros por dia. Os participantes foram convidados a preencher questionários, tendo também sido submetidos a ressonâncias magnéticas. Estes exames foram realizados enquanto os indivíduos visualizavam imagens neutras ou outras que os faziam ter vontade de fumar. As mulheres foram submetidas a este tipo de exame duas vezes, uma antes da fase folicular e outra a meio da fase luteínica.
 

O estudo apurou que menos de um ex-fumador em cada dez esteve sem fumar após um ano. Verificou-se ainda que as mulheres tiveram mais dificuldade em deixar de fumar, mesmo que fumassem a mesma quantidade que os homens.
 

Os investigadores constataram também que não havia diferenças entre os homens e as mulheres no que respeita aos circuitos neuronais associados à dependência. Contudo, o padrão de ativação das mulheres variava consideravelmente ao longo do seu ciclo menstrual. Algumas áreas do córtex frontal, temporal e parietal estavam mais ativadas durante a fase folicular. Por outro lado, havia pouca ativação do hipocampo na fase luteínica.
 

Assim, com base nestes achados, Adrianna Mendrek acredita que será mais fácil as mulheres ultrapassarem os sintomas associados à abstinência durante a fase luteínica, ou seja após a ovulação, quando os níveis de estrogénio e progesterona estão mais elevados.
 

“Ter em consideração o ciclo menstrual pode ajudar as mulheres a deixar de fumar”, conclui a investigadora.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.