Chuchas e dedos: os inimigos da dentição infantil

Hábitos devem ser eliminados antes dos dois anos

16 agosto 2004
  |  Partilhar:

A chucha ou o dedo _um dos passa-tempos favoritos dos bebés _  podem ser altamente perigosos para o desenvolvimento da dentição, especialmente após os  dois anos de idade.«Quanto mais cedo uma criança puder deixar o hábito de sugar melhor», disse à Reuters John J. Warren, da Universidade de Iowa, EUA.Warren acompanhou 372 crianças desde o nascimento até os cinco anos. Os hábitos de sugar avaliados incluíram tanto a sucção para a nutrição –  como a realizada durante a amamentação -- quanto a não nutritiva, que inclui as chuchas e o acto de chupar o dedo.No total, as crianças que usavam chucha por mais de dois anos após o nascimento apresentavam uma tendência maior do que as crianças que chuparam o dedo a ter a arcada dentária mais larga no maxilar inferior, relatou Warren na revista científica American Journal of Orthodontics and Dentofacial Orthopedics.Normalmente, quando uma pessoa morde, os dentes superiores ficam mais protraídos do que os inferiores. O intenso acto de sugar das crianças, no entanto, levou a que os músculos da bochecha forçassem o maxilar superior para dentro, tornando-o mais estreito e também empurrou a língua para baixo, tornando o maxilar inferior mais largo.Por outro lado, as crianças que sugaram o polegar ou outros dedos por mais de dois anos apresentavam uma tendência maior a ter dentes frontais muito protraídos.Ambos os grupos de crianças apresentavam mordidas mais largas na direcção à parte frontal da boca, indicando que havia um espaço anormal onde os dentes superiores geralmente se sobrepõem aos dentes inferiores.A sucção intensa, particularmente do polegar -- ou outro dedo, «força a separação dos dentes», explicou o cientista. As alterações foram evidentes mesmo em crianças que pararam de usar a chucha ou de chupar os dedos até aos dois ou três anos de idade -- uma descoberta que «faria os profissionais de saúde reconsiderarem a melhor época para recomendar o encerramento do hábito», de acordo com Warren.O ideal é que as crianças deixem o hábito de sugar até os 24 meses de idade, afirmou o cientista, observando que o costume de chupar no dedo é particularmente difícil de ser deixado, «é melhor nem deixar que se inicie».A amamentação durante o primeiro ano de vida não parece ter nenhum efeito sobre a dentição infantil.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.