Choques eléctricos podem tratar disfunção eréctil

Estudo realizado por cientistas israelitas

04 dezembro 2009
  |  Partilhar:

A disfunção eréctil decorrente da falta de irrigação sanguínea pode ser tratada através da aplicação de choques eléctricos no pénis, revela um estudo do Rambam Medical Center, da cidade de Haifa, Israel, apresentado no congresso de medicina sexual em Lyon, na França.

 

O estudo, liderado pelo especialista em Neuro-Urologia, Yoram Vardi, avaliou 20 voluntários que sofriam de disfunção eréctil há pelo menos três anos. Em cada sessão de testes, os homens receberam cerca de 300 choques de "baixíssima intensidade", sentidos apenas como uma ligeira pressão no pénis, em cinco pontos do órgão, ao longo de três minutos. O tratamento mostrou eficácia em 15 dos pacientes, não tendo sido registados efeitos secundários nem mesmo dor.

 

Na próxima fase do estudo, os cientistas esperam realizar novos testes e usar também um grupo de controlo, ao qual será aplicado um tratamento ineficaz, para comparar os resultados.

 

Apesar de optimista, Yoram Vardi, em entrevista ao sítio LiveScience, alerta para o facto de o tratamento poder ser ineficaz nos casos de impotência causada por problemas musculares, por exemplo.

 

O cientista considera ainda que o resultado do tratamento é francamente melhor do que o obtido com o uso de fármacos para a disfunção eréctil. "Medicamento não é sinónimo de cura: os pacientes deixam de ter uma actividade normal quando param de os tomar. Mas, com os choques eléctricos, podemos fazer algo biológico contra o problema, e os pacientes conseguem ter uma actividade normal mesmo depois de terminarem o tratamento".

 

Em estudos com animais já tinha sido comprovado que os choques de baixa intensidade estimulavam o crescimento de novos vasos sanguíneos a partir de outros já existentes. Foi a partir dessa análise que a equipa liderada por Vardi teve a ideia de tentar investigar se funcionaria em homens cuja impotência decorria da redução do fluxo sanguíneo.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.