Chocolate: uma deliciosa forma de alimentar o cérebro

Estudo publicado na “Frontiers in Nutrition”

04 julho 2017
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores propôs-se analisar os efeitos sobre o cérebro de uma alimentação enriquecida com flavonoides de cacau por um período prolongado de tempo.
 
Numa análise de estudos relativos ao tema, a equipa analisou os efeitos da administração aguda e crónica de flavonoides do cacau sobre diferentes domínios cognitivos.
 
Conduzido por Valentina Socci, Michele Ferrara e equipa da Universidade de Águila, Itália, o estudo produziu alguns resultados inesperados e promissores, todos no sentido de benefícios para o desempenho cognitivo, tanto a curto termo como a longa duração.
 
Um dos estudos apurou que o consumo de cacau após uma noite mal dormida consegue atuar contra os problemas cognitivos resultantes, como menos eficácia no desempenho de tarefas. Este resultado é promissor para os indivíduos com insónia crónica, por exemplo.
 
No entanto, os efeitos dependeram da extensão e exigência mental dos testes cognitivos utilizados para medir o efeito agudo do consumo de cacau. Nos indivíduos mais jovens e saudáveis foi necessário um teste cognitivo bastante exigente para revelar os efeitos comportamentais subtis que os flavonoides do cacau exercem nesta camada populacional.
 
Os efeitos a um prazo mais alargado da ingestão de flavonoides do cacau, entre cinco dias e três meses, revelaram que o seu consumo diário ofereceu benefícios cognitivos a indivíduos idosos.
 
O efeito foi bastante visível em fatores como a velocidade de processamento da informação, a memória operacional e a atenção. Estes benefícios foram, no entanto, mais pronunciados em indivíduos que começavam a ter problemas de memória, bem como outros problemas cognitivos leves. 
 
Segundo os autores, este foi o resultado mais promissor observado: “este resultado sugere o potencial dos flavonoides do cacau para proteger a cognição em populações vulneráveis ao longo do tempo, através do melhoramento do desempenho cognitivo”, afirmaram.
 
“O consumo regular de cacau e chocolate pode de facto trazer benefícios para o funcionamento cognitivo ao longo do tempo. Há, no entanto, potenciais efeitos secundários advindos do consumo de cacau e chocolate”, advertem, enumerando o teor de açúcar do chocolate, o leite, a cafeína e a teobromina. 
 
“O chocolate preto é uma fonte rica de flavonoides. Assim nós consumimos um pouco de chocolate preto. Todos os dias”, admitem.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.