Chocolate: de onde vem a doce tentação?

Estudo publicado no “Current Biology”

25 setembro 2012
  |  Partilhar:

Investigadores americanos descobriram por que motivo o chocolate pode ser tão irresistível. O estudo publicado na revista “Current Biology” refere que a tentação para comer este doce em excesso se deve, em parte, a uma região do cérebro que produz uma substância similar ao ópio.
 

Segundo a principal autora do estudo, Alexandra DiFeliceantonio, o cérebro tem sistemas de recompensa mais amplos do que se pensava, o que faz com que as pessoas ingiram em excesso determinados alimentos.
 

Os investigadores da University of Michigan, nos EUA, fizeram esta descoberta após terem administrado, em ratinhos, um fármaco numa região do cérebro conhecida por neoestriado. Foi verificado que os ratinhos ingeriram mais do dobro da quantidade de chocolate em comparação com o que teriam consumido em circunstâncias normais. Por outro lado, foi constatado que a encefalina, uma substância química natural que se produz na mesma região cerebral, aumentou quando os animais começaram a comer chocolate.
 

Na opinião dos autores do estudo, não são as encefalinas ou fármacos similares que fazem com que os animais gostem mais chocolate, o que faz é aumentar o desejo do seu consumo.
 

Os resultados deste estudo são de algum modo surpreendentes na medida em que o neoestriado era uma região do cérebro que até à data estava principalmente associada ao movimento.
 

“Esta área do cérebro é a mesma que fica ativa quando as pessoas obesas se defrontam com os alimentos ou quando os viciados em drogas vêm imagens desta substância”, referiu em comunicado de imprensa a investigadora.
 

Os investigadores esperam agora descobrir o fenómeno cerebral responsável pela vontade irresistível e repentina de entrar no restaurante de fastfood favorito quando se passa por ele.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.