Chip revela os nossos antecedentes clínicos

Um passo para uma melhor assistência médica ou para um BigBrother global?

06 fevereiro 2001
  |  Partilhar:

Em Tókio (Japão) foi apresentado ontem um microchip que poderá revolucionar a assistência médica num futuro próximo.
 

 

O anestesista Hirosato Kikuchi desenvolveu um chip com o tamanho de 5 mm2 que consegue armazenar todos os dados clínicos relevantes como: o nome, o grupo sanguíneo, alergias a alguns medicamentos e uma história clínica sumária enfatizando cirurgias recentes e medicamentos que estejam a ser tomados.
 

 

O chip poderá ser colocado numa unha ou futuramente implantado debaixo da pele. Os dados são “lidos” por um scanner (semelhante aos que existem nos supermercados).
 

 

Até este sistema ser implantado deverá decorrer ainda algum tempo, uma vez que só o preço do scanner ronda os 9.000 contos.
 

 

David Ferreira
 

MNI - Médicos Na Internet
 

 

Fonte: Netdoktor.de

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.