Chip identifica infeção bacteriana em minutos

Estudo publicado na “Nature Communications”

21 junho 2013
  |  Partilhar:

Investigadores canadianos desenvolveram um chip capaz de identificar, em minutos, o tipo de infeção bacteriana e também os fármacos aos quais a bactéria é resistente, dá conta um estudo publicado na revista “Nature Communications”.
 

As bactérias resistentes aos antibióticos estão a surgir com mais frequência devido à excessiva utilização de antibióticos ou à sua utilização desapropriada. De acordo com uma das autoras do estudo, Shana Kelley, um outro fator que pode também contribuir para este aumento da resistência aos fármacos é o tempo que demora a identificar as bactérias responsáveis por determinada infeção e, não menos importante, os fármacos que são eficazes.
 

De acordo com a investigadora, pode ser uma corrida contra o tempo, tendo os médicos que decidir rapidamente, com base em informações incompletas, qual o tratamento adequado.
 

Assim, neste estudo, os investigadores da Universidade de Toronto, no Canadá, desenvolveram um circuito integrado que é capaz de detetar bactérias em concentrações presentes na urina dos pacientes.
 

“O chip apurou com exatidão o tipo de bactéria presente na amostra, bem como se o agente patogénico apresentava resistência a algum fármaco”, referiu o primeiro autor do estudo.
 

O estudo refere que umas das vantagens deste chip é a possibilidade de incluir um painel variado de biomarcadores. Os investigadores descobriram como utilizar o líquido onde as amostras biológicas são imersas como um agente de ativação, o que permitiu analisar separadamente cada biomarcador na amostra em causa.
 

Este tipo de tecnologia altamente sensível poderá ter uma enorme utilidade no diagnóstico clínico dos pacientes. A sua produção simples e de baixo custo irá também ter um impacto significativo na sua futura disponibilidade, referiu Ihor Boszko, um dos diretores de uma empresa de diagnóstico sedeada em Toronto,
 

Este estudo é um bom exemplo do tipo de inovações que podem ocorrer quando especialistas de diferentes áreas trabalham em conjunto: como engenheiros, biólogos, químicos, farmacêuticos, etc.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.