Chip detecta material cirúrgico no paciente durante operação

Investigação da Stanford University

23 julho 2006
  |  Partilhar:

Um chip de dois centímetros, implantado numa gaze, vai permitir a detecção de material cirúrgico esquecido no corpo de pacientes sujeitos a operações.O minúsculo chip funciona à semelhança de um detector anti-roubo, emitindo um som quando o aparelho lhe passa por cima. De acordo com o estudo efectuado por investigadores da Faculdade de Medicina da Stanford University, na Califórnia, EUA, levado a cabo em oito pacientes submetidos a operações abdominais ou pélvicas, o dispositivo conseguiu localizar, em menos de três segundos, gazes deixadas no interior dessas pessoas antes da sutura das incisões.Actualmente, o procedimento de segurança é feito através da contagem das gazes e dos restantes instrumentos utilizados no decorrer das operações.A pesquisa refere ainda que "as tecnologias para aumentar a segurança nas salas de operações, como é o caso deste identificador por radiofrequência, requerem mais estudos para comprovar se deverão acrescentar-se, melhor do que substituir, à contagem manual".Fontes: Diário de Notícias e Imprensa InternacionalMNI- Médicos na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.