China livre de pneumonia atípica

Sars foi totalmente controlada

30 julho 2003
  |  Partilhar:

A China está livre da pneumonia atípica. Segundo os órgãos de imprensa local, os 12 últimos pacientes do país hospitalizados com a Síndrome Respiratória Aguda Grave, Sars, não apresentam mais sintomas da doença ou perigo de contágio.
 

 

A síndrome, que surgiu na China no final do ano passado, matou cerca de 800 pessoas em todo o mundo, quase a metade delas em território chinês.
 

 

Especialistas dizem que esse é um bom sinal de que a doença perdeu força nos últimos meses, mas a Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou sobre a possibilidade de ressurgimento da Sars.
 

 

O presidente da China, Hu Jintao, atribuiu «o sucesso em combater a doença à liderança do Partido Comunista». Segundo o presidente, o anúncio é também uma prova da «superioridade do socialismo».
 

 

Embora as autoridades chinesas sugiram que a Sars está a ser derrotada ainda não há nenhum sinal de cura para a doença. No domingo, uma pessoa morreu num hospital de Pequim após contrair a síndrome. E o governo da China declarou novas medidas para construir um sistema de combate a casos de emergência.
 

 

As autoridades chinesas também estão a discutir como facilitar o acesso a tratamentos de saúde a centenas de milhões de chineses que vivem fora dos grandes centros urbanos.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.