Chimpanzés pertencem ao género humano

Homem não passa de primata modificado, aponta estudo

20 maio 2003
  |  Partilhar:

Os chimpanzés são mais parecidos com os seres humanos do que com os gorilas ou outros macacos, pelo que devem ser considerados pertencentes ao género humano, segundo um estudo publicado segunda-feira em Washington.
 

 

«Nós, seres humanos, não passamos de primatas semelhantes aos chimpanzés, mas ligeiramente modificados», assinalou Morris Goodman, da Faculdade de Medicina da Universidade de Wayne, em Detroit (Michigan), principal autor do estudo publicado na revista «Proceedings of the National Academy of Science».
 

 

Homens e chimpanzés partilham 99,4 por cento do seu ADN - a sequência molecular que contém a informação hereditária - segundo o estudo, pelo que propõe que o género «homo», a que actualmente apenas pertence o ser humano, passe a incluir os parentes peludos do homem.
 

 

Um género é um grupo de espécies estreitamente relacionadas, sendo que o género «homo» inclui a espécie humana, o Homo Sapiens, e outras espécies extintas, caso do Homem de Neanderthal.
 

 

Os chimpanzés comuns pertencem ao género «pan», juntamente com os bonobos, mais conhecidos por chimpanzés-pigmeus.
 

O estudou comparou 97 genes de várias espécies e concluiu que os do Homo Sapiens são muito parecidos com os do chimpanzé e, por ordem, com os do orangotango e os do macaco do Velho Mundo, não tendo qualquer relação com os do rato.
 

 

Os investigadores calcularam o ritmo de mutações genéticas e chegaram à conclusão que um antepassado comum dos chimpanzés e dos seres humanos se diferenciou dos gorilas há sete milhões de anos.
 

 

Entre um a dois milhões de anos mais tarde uma outra mutação genética deu lugar aos géneros que nos separam do chimpanzé, o «homo» e o «pan», indica o estudo.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.