CGTP debate direitos de maternidade
24 outubro 2001
  |  Partilhar:

Muitas empresas, de quase todos os sectores de actividade, continuam a desrespeitar os direitos de maternidade e paternidade, garante a CGTP que promove hoje, em Lisboa, uma tribuna pública sobre o assunto.
 

 

Esta tribuna, onde serão apresentados casos concretos de violação destes direitos, insere-se numa campanha que está a decorrer ao longo da semana para dar a conhecer aos trabalhadores os direitos que têm nesta área.
 

 

Trabalhadoras cujos contratos não são renovados quando engravidam e trabalhadores que são impedidos de gozar os cinco dias de licença pelo nascimento de um filho, são casos comuns em grande número de empresas.
 

 

Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.