Cérebro virtual de Einstein...

...tem menos peso, um córtex mais fino...mas muito mais neurónios

13 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

Uma equipa de cientistas britânicos criou uma réplica virtual do cérebro de uma dos maiores génios da história, Albert Einstein, quando se aproxima o 50/0 aniversário da sua morte (15 de Abril de 1955).
 

 

No trabalho, que também será divulgado num documentário alusivo ao aniversário da morte, os cientistas basearam-se nas 240 peças em que o cérebro do cientista foi separado e que foram envoltas em celoidina, uma substância transparente e impermeável que permite submeter a exame microscópico o material que contém.
 

 

Os peritos que efectuaram o trabalho usaram também as fotografias do cérebro feitas pelo médico legista Thomas Harvey durante a autópsia de Einstein, a par de um sistema informático controlado por laser, conhecido por estereolitografia, que permitiu remodelar o órgão.
 

 

Além de um reforço maior do que o normal das conexões relacionadas com as capacidades matemáticas e o processo de interpretação visual dos elementos que estão no espaço, estudos anteriores já tinham analisado factores como o seu escasso peso, de 1.230 gramas, enquanto o peso médio do cérebro de um adulto tem 1.400 gramas. Também foi detectado um córtex cerebral mais fino do que o normal, embora com densidade de neurónios superior.
 

 

Para os autores desta recomposição, no entanto, ainda não há uma explicação da verdadeira causa da grandeza da mente de Einstein.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.