Cérebro também produz estrogénio

Estudo publicado no “Journal of Neuroscience”

09 dezembro 2013
  |  Partilhar:

O estrogénio pode ser também produzido pelo cérebro. Esta descoberta, publicada no “Journal of Neuroscience”, pode ajudar a compreender melhor as alterações hormonais observadas mesmo antes do nascimento e que se prolongam ao longo de todo o processo de envelhecimento.
 

A maioria dos estrogénios, como o estradiol, é produzida pelos ovários. O estradiol circula através do organismo, incluindo cérebro e glândula pituitária e influencia a reprodução, peso corporal, aprendizagem e memória. Como resultado, muitas das funções normais ficam comprometidas quando os ovários são removidos ou perdem a sua função após a menopausa.
 

Ei Terasawa, uma das autoras do estudo, da Universidade do Wisconsin, nos EUA, refere que a descoberta de que o hipotálamo, uma região do cérebro envolvida na regulação do ciclo menstrual e reprodução, produz grandes quantidades de estradiol e participa também no controlo dos neurónios produtores da hormona estimuladora das gonadotrofinas foi algo de surpreendente.
 

De acordo com a investigadora esta descoberta,  não só altera o conceito de como a função reprodutora e comportamental é regulada, mas tem também implicações no conhecimento e tratamento de várias doenças.
 

Assim, o hipotálamo poderá começar a ser considerado um novo alvo terapêutico para as doenças que poderão estar associadas com desequilíbrios do estrogénio, como a doença de Alzheimer, acidente vascular cerebral, depressão, a encefalomielite autoimune experimental e outras doenças autoimunes.
 

“Achados como este podem conduzir a investigações com direções completamente distintas daqueles realizadas até à data, de forma a encontrar novas ferramentas de diagnóstico e tratamento para as doenças neuroendócrinas”, referiu a investigadora.
 

O primeiro autor do estudo, Brian Kenealy, também refere que estes resultados abrem portas completamente novas no que diz respeito à investigação da reprodução e desenvolvimento humano, bem como o papel que o estrogénio tem no organismo à medida que este envelhece.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.