Cerca de 80 mil crianças sofrem de Enurese Nocturna

Estudo realizado em 15 hospitais portugueses

26 setembro 2007
  |  Partilhar:

 

Sete em cada dez crianças portuguesas que urinam involuntariamente durante o sono nunca receberam apoio médico, apesar deste problema poder ser ultrapassado com medidas simples.
 

 

O estudo, que envolveu 15 hospitais da região norte, foi o primeiro do género realizado em Portugal para avaliar a prevalência da Enurese Nocturna em alunos do ensino básico, doença que se estima atinja 80 mil crianças portuguesas dos cinco aos 14 anos.
 

 

Os resultados desta investigação - que decorreu entre Janeiro e Outubro de 2006 e contou com dados de 2.104 inquéritos preenchidos por encarregados de educação - apontam para uma prevalência global de Enurese Nocturna de 6,9%, sendo mais elevada entre os rapazes (9,4) do que entre as raparigas (4,3).
 

 

O estudo refere ainda que, apesar da Enurese Nocturna primária ser considerada a segunda disfunção física com maior incidência na infância, atrás das alergias, apenas metade das crianças com este problema foi levada ao médico e somente um terço recebeu algum tipo de tratamento.
 

 

Outra conclusão significativa é que a doença é mais frequente nos alunos com pior rendimento escolar e maiores dificuldades de aprendizagem (14,6%) do que entre os melhores alunos (7,3%).
 

 

Fonte: Lusa
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.