Centro de Saúde no Norte está há três anos sem água corrente
03 abril 2001
  |  Partilhar:

A Unidade de Saúde de Cristelo - Rebordosa, Paredes, está a funcionar sem água corrente desde 1998, tendo os respectivos profissionais de recorrer a garrafas de água para as tarefas operacionais.
 

 

As "péssimas condições" de assistência aos doentes foram hoje denunciadas pela Ordem dos Médicos/Norte que apela aos responsáveis políticos para que assumam as suas responsabilidades em encontrar "uma solução adequada e dignificante para os doentes e também para todos os profissionais de saúde".
 

 

Numa visita àquela unidade de saúde do concelho de Paredes, a equipa da Ordem dos Médicos (OM) verificou que "as torneiras estavam envolvidas com várias camadas de adesivo, que tinham como pretensão impedir a sua utilização".
 

 

Os representantes da OM verificaram também que a fachada do edifício e a sala de espera dos utentes estão em "péssimo estado de conservação" e que as características físicas do edifício são "incompatíveis com um exercício profissional médico digno e não respeitam as condições mínimas indispensáveis".
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.