Centro de Saúde de Arouca recebeu 2.700 consultas de dentista num ano

Projeto-piloto "Médicos Dentistas nos Cuidados de Saúde Primários"

24 agosto 2018
  |  Partilhar:
O programa de Saúde Oral que em agosto de 2017 introduziu médicos dentistas na unidade de cuidados primários de Arouca contabilizou num ano mais de 2.700 consultas, divulgou a agência Lusa
 
Essa procura reflete os resultados dos primeiros 12 meses de implementação local do projeto-piloto "Médicos Dentistas nos Cuidados de Saúde Primários", que em 2016 o Estado começou por implementar em apenas 13 centros de saúde de Lisboa e Tejo.
 
Posteriormente, em meados de 2017, o Estado alargou o projeto a mais 11 unidades do país, inclusive à de Arouca.
 
Para que os utentes do concelho pudessem beneficiar do serviço, a Câmara Municipal investiu 37.000 euros na aquisição da cadeira de estomatologia e nos respetivos instrumentos clínicos, e a Administração Regional de Saúde do Norte assegurou os devidos profissionais.
 
"De 14 de agosto de 2017 até ao dia 10 de agosto de 2018, 1.144 utentes beneficiaram deste serviço e foram efetuadas 2.771 consultas", revela fonte da autarquia.
 
"De acordo com dados da Administração Regional de Saúde Norte, entre os tratamentos efetuados 1.139 foram restaurações, 685 extrações, 310 destartarizações e 282 desvitalizações", acrescenta.
 
Margarida Belém, presidente da Câmara de Arouca, defende que esses números "denotam a importância das consultas de saúde oral para os arouquenses".
 
Demonstram também, disse, que a afetação de dentistas aos quadros do Serviço Nacional de Saúde, além de contribuir para a melhoria geral dos cuidados prestados ao utente, tem nesse município uma outra grande vantagem: "Combate as assimetrias territoriais e sociais no concelho".
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar