Cenouras contra hepatite B

Cientistas alemães criam vacina natural contra a doença

13 maio 2002
  |  Partilhar:

Já imaginou que ao trincar uma cenoura pode ficar imune da hepatite B? Os frutos e legumes geneticamente modificados já não são novidade para ninguém, mas as vacinas naturais ainda não fazem parte do quotidiano social.
 

 

Cientistas alemães apresentaram recentemente mais uma novidade no campo das vacinas naturais. Uma equipa da Universidade Giessen desenvolveu cenouras geneticamente modificadas que contêm uma vacina contra a hepatite B e afirmaram que a técnica pode reduzir de modo drástico os custos da prevenção da doença.
 

 

Depois das experiências anteriores, os cientistas informaram que vão começar a efectuar os testes pré-clínicos. Os pesquisadores afirmam que a vacina veiculada pelas cenouras pode ser uma realidade em cerca de três anos.
 

 

A produção da vacina usada actualmente contra a hepatite B é dispendiosa e a imunização é feita por meio de três injecções, facto que eleva os gastos e a carga sobre os serviços de saúde.
 

 

Cenoura com gene
 

 

Esta nova vacina foi elaborada segundo as técnicas da manipulação genética. Ou seja, foi introduzido na cenoura o gene que codifica o antígeno de superfície da hepatite B, normalmente usado na vacina injectável. A seguir, cultivaram milhares de vegetais modificados.
 

 

Segundo a equipa, podem-se produzir cerca de 100 mil plantas ou mais em apenas duas semanas. E, em três meses, todas estarão prontas para o consumo. Estas cenouras manipuladas, sublinham os cientistas, são especialmente boas para cultivo, dado que se podem cultivar nos mais variados tipos de solos e com as diversas condições climáticas. Se tudo correr como o esperado, a produção deverá ser iniciada nos próximos meses, informou a equipa.
 

 

A equipa alemã explora os potenciais das cenouras há cerca de dois anos e, em breve, deverá publicar o primeiro estudo científico sobre o assunto na revista holandesa Plant Cell, Tissue and Organ Culture.
 

 

Estima-se que em todo o mundo cerca de 350 milhões de pessoas estejam infectadas pelo vírus da hepatite B. A doença pode provocar danos hepáticos graves e até levar á morte. Acredita-se que, por ano, um milhão de pessoas morram por causa da doença.
 

 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.