Células influenciam o seu próprio destino

Estudo publicado na revista “Science”

11 janeiro 2012
  |  Partilhar:

As células conseguem ter algum controlo no seu destino, revela um estudo publicado na revista científica “Science”.

 

Investigadores do Walter and Eliza Hall Institute, na Austrália, chegaram a esta conclusão após terem estudado um tipo de células do sistema imunitário, os linfócitos B. Estas células podem ter vários destinos, os quais incluem morrer, dividirem-se ou tornarem-se células produtoras de anticorpos. Isto ocorre enquanto as células proliferam nos nódulos linfáticos.

 

A visão comumente aceite é que o destino das células é determinado por fatores externos, como a presença de determinadas hormonas ou moléculas de sinalização celular. Contudo, a equipa de investigadores liderada por, Phil Hodgkin, colocou a hipótese de o destino das células ser, em grande parte, determinado por processos internos. Para testar esta teoria, os investigadores recriaram as condições necessárias para que os linfócitos B se diferenciassem em diferentes tipos células, tendo filmado todo o processo.

 

De acordo Phil Hodgkin as células comportaram-se como se tivessem uma máquina interna que determinava os seus destinos. “Apesar de as células estarem a receber os mesmos sinais externos, houve uma grande variação no destino das células. Estes resultados sugerem que os sinais externos não estão a informar as células sobre aquilo que elas vão fazer, mas estão alterar a probabilidade daquilo que as células irão fazer”, revelou, em comunicado de imprensa, o investigador.

 

Os cientistas esperam agora desenvolver um modelo matemático que consiga prever, com precisão, de que forma os sinais externos poderão alterar a probabilidade de uma população de células imunes desempenhar determinadas funções. 

 

"O desenvolvimento destes modelos poderia ajudar no desenvolvimento de novas terapias contra as doenças autoimunes e melhorar a eficácia as vacinas ", conclui Phil Hodgkin.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.