Células-estaminais reparam parcialmente visão de ratinhos

Estudo da Advanced Cell Technology

01 outubro 2006
  |  Partilhar:

 

Cientistas norte-americanos demonstraram que as células-estaminais humanas embrionárias repararam parcialmente a visão de ratinhos e podem tornar-se numa fonte de transplante para pessoas com doenças oftalmológicas.
 

 

No estudo coordenado por Robert Lanza, investigador do Advanced Cell Technology, em Worcester, EUA, foram transplantadas células-estaminais em ratinhos geneticamente modificados para terem problemas oftalmológicos, que os levaria à cegueira.
 

 

Depois do transplante, os roedores conseguiram seguir luzes com os olhos. Depois de mortos, as cobaias foram examinados pelos investigadores. Foram observadas camadas de células de retina. As células-estaminais transplantadas cresceram normalmente e não formaram tumores, um risco associado a estudos com este tipo de célula.
 

 

A Degenerescência Macular Relacionada com a Idade (DMRI) afecta 30 milhões de pessoas em todo o mundo. A doença também é a principal causa de cegueira em pacientes com mais de 60 anos nos EUA.
 

 

As células-estaminais embrionárias têm potencial para se diferenciar em todos os tipos de tecido no corpo humano.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.