Células estaminais nasais combatem surdez na infância

Estudo publicado na revista “Stem Cells”

07 março 2011
  |  Partilhar:

Ao injectarem células estaminais da mucosa nasal no ouvido interno de ratinhos, cientistas australianos conseguiram reverter a audição durante o início da perda auditiva neurossensorial, revela um estudo publicado na revista “Stem Cells”.

 

A perda auditiva neurossensorial é causada pela perda de células sensoriais ou de neurónios na cóclea, o órgão sensorial do ouvido interno responsável pela audição. A condição pode ter causas genéticas, e muitas vezes surgem durante a infância, dificultando o desenvolvimento cognitivo e levando a problemas de fala e linguagem.

 

"Um dos desafios para enfrentar esta condição é que a capacidade regenerativa da cóclea humana é muito limitada", disse o autor do estudo, Sharon Oleskevich, da Universidade de New South Wales. "Tem sido proposto que o transplante de células de outras partes do corpo poderia tratar, impedir ou mesmo reverter a perda de audição. As células transplantadas têm o potencial de reparação tecidual através da substituição das células danificadas e aumentar a sobrevivência das células existentes, evitando que a condição se desenvolva ainda mais".

 

Para avaliar os efeitos deste tratamento, os investigadores aplicaram a técnica em ratinhos escolhidos para o tratamento por terem sido manipulados de modo a apresentarem um declínio semelhante na função auditiva após a infância. Tal como nos estudos em humanos, os cientistas também analisaram o grupo de roedores que apenas recebeu placebo.

 

Verificaram que os ratinhos injectados com células estaminais apresentaram melhoras na capacidade auditiva em comparação com os que receberam placebo, contudo, a audição não foi totalmente restaurada para os níveis de audição normal. De acordo com o estudo, as células estaminais parecem libertar factores, ou substâncias químicas, que ajudam a preservar a função das células auditivas.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.