Células Estaminais: Cientistas portugueses lançam associação
08 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

Cientistas portugueses apresentam na sexta-feira uma associação destinada a fomentar a investigação e divulgação do uso das células estaminais e da terapia celular num futuro tratamento de doenças graves como a diabetes, Parkinson ou Alzheimer, entre muitas outras patologias.
 

 

Trata-se da Sociedade Portuguesa de Células Estaminais e Terapia Celular (SPCE-TC), que integra 70 investigadores portugueses presididos pelo professor da Universidade do Minho Rui Reis e que terá como vice-presidente o investigador Mário de Sousa (Universidade do Porto).
 

A ideia dos fundadores é congregar «a maioria dos investigadores portugueses que efectuam investigação de excelência em células estaminais, adultas, do cordão umbilical e embrionárias, e/ou procuram desenvolver novas terapias celulares com base no uso de qualquer desses tipos de células».
 

 

Segundo a Sociedade, «é fácil imaginar que avanços científicos e tecnológicos nesta área podem levar à criação de soluções clínicas actualmente inexistentes para problemas tão graves como diabetes, Parkinson, Alzheimer, artrite, osteoporose, acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas e até mesmo a paralisia, entre muitas outras patologias».
 

A SPCE-TC pretende afirmar-se como um fórum onde todos os investigadores portugueses, a trabalhar no país ou no estrangeiro, tenham oportunidade de trocar avanços científicos e ideias para novos projectos.
 

 

As células estaminais têm um extraordinário potencial cujo destino ainda não foi determinado, podendo transformar-se em vários tipos de células diferentes, através de um processo de diferenciação, refere um documento de apresentação da SPCE-TC.
 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.