Células da medula óssea ajudam doentes cardiovasculares

Estudo publicado no “Journal of the American Medical Association”

24 maio 2009
  |  Partilhar:

A injecção de células estaminais da medula óssea no coração poderá ajudar os doentes que sofrem de doenças cardiovasculares crónicas, revela um estudo publicado no “Journal of the American Medical Association”.

 

As doenças cardiovasculares constituem hoje em dia a maior causa de morte no mundo, e são provocadas pela deposição de gorduras que bloqueiam as artérias, pela pressão arterial elevada que danifica os vasos sanguíneos e por outros factores.

 

Jan van Ramshorst, da Leiden University Medical Center, na Holanda, e os seus colaboradores contaram para a realização do seu estudo com a participação de 50 indivíduos, com uma média de idades de 64 anos, que sofriam de isquémia crónica.

 

Um grupo dos participantes recebeu oito injecções de células da medula óssea enquanto ao grupo de controlo foi administrado um placebo. Após três meses, comparativamente com os pacientes do grupo de controlo, os corações dos participantes aos quais tinham sido administradas as células mostravam melhorias na função de ejecção cardíaca e no fluxo sanguíneo.

 

Os investigadores também constataram que os indivíduos que receberam o tratamento apresentavam melhorias na capacidade de praticar exercício e tiverem também melhor pontuação nas medições da qualidade de vida do que os que não foram tratados.

 

De acordo com os autores, o próximo passo será verificar se esta nova terapia prolonga a vida dos pacientes.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.